sexta-feira, 22 de outubro de 2010

RESUMO: Pedagogia da Autonomia (Paulo Freire)

Pedagogia da Autonomia: Saberes necessários à prática educativa.

Temática central do livro: Formação de Professores, inserida numa reflexão sobre a prática educativo-progressista em favor da AUTONOMIA dos alunos (pois FORMAR é muito mais do  que simplesmente EDUCAR.

Em relação ao autor:

"Paulo Freire não procurou perceber os problemas educativos da sociedade, mas propôs uma prática para resolvê-los."

Ele considerou alguns pontos importantes, no que se refere a prática  educativa com objetivo de  transformar educadores e educandos, afim de que haja a possibilidade de garantir a autonomia pessoal, com propósito de se construir uma sociedade democrática.

São esses:
  • Rigorosidade Metódica e Pesquisa
  • Ética e Estética
  • Competência Profissional
  • Respeito aos saberes do educando
  • Reconhecimento da Identidade Cultural
  • Reijar a discriminação
  • Refletir de forma crítica sobre a prática
  • Corporeificação
  • Saber dialogar e escutar
  • Querer bem os educandos
  • Ter alegria e esperança
  • Liberdade e autoridade
  • Curiosidade
  • Consciência do inacabado...

Como podemos verificar acima, a sua pedagogia é fundada na ética, no respeito à dignidade e à própria autonomia do educando. Considerando a ética ser essencial para o trabalho docente. No qual ele chama de " Ética Universal do Ser Humano"
O autor ainda nos mostra que o ensino não depende exclusivamente do professor, assim como aprendizagem não depende exclusivamente do aluno, mas sim de uma troca de informações, onde um aprende com o outro.

Ele defende: Um rigor metódico e Intelectual para o Educador, que deverá ser: Pesquisador, Sujeito curioso, busca o saber e o assimila de forma crítica, não ingênua, mas sim com questionamentos.

Pensar para Freire é: Duvidar de suas próprias certezas, questionar suas verdades.

Ensinar para Freire é: Aceitar os riscos do desafio, do novo.


Educar para Freire : Não é transferência de conhecimentos, mas sim, construir, libertar o ser humano das cadeias do determinismo neoliberal.

Considera: Uma Pedra Fundamental a Curiosidade do Ser Humano.

 Em relação aos educandos, ele orienta a seguir essa linha metodológica de estudar e entender o mundo. Relacionar conhecimentos adquiridos com a realidade da vida, sua cidade, seu meio social...

Lista Negra de Freire:

Omissão do Professor em ensinar, colocar limites, transgride a ética.
Se o professor desrespeita a curiosidade do educando, seus gosto estético, sua linguagem.
Considera a Globalização de Discurso Fatalista.
Chama a tradição de desumanizante e opressora.


A Pedagogia da autonomia veio para Libertar a todos!

 " É com a mais brilhante vocação que o autor mostra em simples palavras que ensinar é todo um processo de troca entre aluno e professor, onde ambos aprendem adquirem e sanam dúvidas, ambos crescem como seres humanos."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão publicados após moderação.
Grata.